27.2.13


Apresentando: Camera Obscura

3

Visite o 20 anos blue,lá tem um monte de posts novos ;) 



Acabei de descobrir essa banda e já estou apaixonada! Eu tinha visto um clipe deles em algum canal de tv e anotei o nome - sempre que eu gosto muito de alguma música de uma banda desconhecida eu anoto pra pesquisar depois. E só hoje tive mais paciência pra ouvir outras músicas. E eu amei tanto que tive que postar aqui, hahah.


O Camera Obscura é uma banda escocesa formada em 1996, que faz um som de indie pop, com musiquinhas calmas ótimas pra dar uma relaxada ou tirar um cochilo, hahaha. Me lembrou um pouco o She & Him, grupo que eu sou super fã e que tem a linda da Zooey Deschanel como vocalista. Também indico pra quem curte Belle & Sebastian e outras bandas de indie pop em geral.

18.2.13


Sobre amor e hipocrisia

10

Visite o 20 anos blue,lá tem um monte de textos novos ;) 




Tem gente que parece que tem necessidade de namorar. Mas as pessoas namoram quando estão apaixonadas, certo? Errado. É assim que deveria ser, é claro. Mas nem sempre é assim que é.

Parece que o que as pessoas querem mesmo é preencher o vazio de ser um só, e não um par. E fugir da cobrança da sociedade que vem em forma de perguntas como: "E os namoradinhos?", seja da sua tia gorda ou não. Ou isso, ou simplesmente querem alterar o status do facebook
para "em um relacionamento sério". Me poupem.

Em um mundo em que se preocupam mais com status e aparência do que com sentimentos, é meio raro achar um casal que se ame. E eu tô falando de amor verdadeiro. Tem gente que confunde atração com amor, interesse com atração, amizade com paixão. Daí começa um relacionamento, muda o status do facebook, compra aliança de compromisso, chama o outro de 'amorzinho'. Isso tudo pra quê? Para esfregar na cara da sociedade um rótulo de "eu tenho namorado"? Qual a vantagem, sério? Porque eu tô cansada de ver homem comprometido que arrasta asa pra metade da população feminina e corna que se faz de burra e aceita o chifre só para "manter as aparências". É muita hipocrisia pra pouco amor.

Dá vontade de chacoalhar a fulaninha até ela acordar pra vida e perceber que a única coisa com a qual ela deveria se preocupar é com ela mesma, e a única coisa na qual ela deveria acreditar é no ditado que diz "antes só do que mal acompanhada". Aliás, esse devia ser o lema de vida de qualquer mulher. Porque cá pra nós, eu sei muito bem respirar sozinha. E não preciso de ninguém pra ser completa.

Agora, mudando de assunto. Digamos que você  gosta do cara (ou da menina), mas não o ama, muito menos está apaixonada(o). Mas você quer muito namorar já que todas as suas amigas namoram e tal, e você está cansada de ficar sozinha. Afinal, "o amor vem com o tempo, né?" Não! O amor não vem com o tempo, seus idiotas. Muito menos surge do nada. Amor nada mais é do que o fruto da paixão. E paixão é aquele sentimento que chega de repente, quando você menos espera, faz seu coração bater mais rápido e vira sua vida de cabeça pra baixo. E te deixa a-pai-xo-na-da.

Isso é paixão.

O amor é o sentimento que dá lugar a paixão, ou se acrescenta a ela. Ou seja, para amar você tem que estar apaixonado(a). Então não adianta tentar me convencer com o discurso de que "amor vem com o tempo", porque não vai rolar. A não ser que você seja obrigada a se casar com um pretendente que seus pais escolheram. Aí sim, minha filha. Aí é até melhor você acreditar que vai aprender a amar o cara, para o seu bem.

Mas na prática, amor não se ensina e não se força, ninguém aprende a amar ninguém. A gente simplesmente ama - muitas vezes a pessoa errada -, porque o amor não precisa de explicação, muito menos de fingimento.

VISITE O BLOG NOVO: 20 anos blue https://20anosblue.wordpress.com

17.2.13


Top 5: Blogs de Textos

24

Visite o 20 anos blue,lá tem um monte de textos e posts novos ;) 


Bom, quem acompanha o blog deve saber que eu amo escrever, e que ás vezes posto uns textos meus por aqui. Mas é claaaaro que pra gostar de escrever tem que gostar de ler, certo? E eu leio muito, de tudo, inclusive blogs. E meu tipo de blog favorito são os blogs de texto. Por isso resolvi fazer esse post com os meus preferidos, afinal, quem não conhece tem que conhecer e começar a ler esses textos lindos que me deixam super inspirada, hahah.

Ah, e essa lista não está em ordem de preferência, nem nada. A ordem é por acaso mesmo.


1. Isabela Freitas

O blog da Isabela não é de textos. Lá ela também fala de maquiagem, moda, seriados, música etc. Mas confesso que, os meus posts preferidos são os de textos. Inclusive os de outros autores, que são colunistas. 

Obs.: Ela escreve tão bem que vai até lançar um livro pela Editora Intrínseca. Já estou ansiosa!


Trechinho: "Adivinha? Tentar te esquecer me faz lembrar você. Me faz lembrar de como suas mãos se encaixavam perfeitamente no meu pescoço. Me faz lembrar de como era o cheirinho do seu cabelo. Me faz lembrar do seu beijo pausado e sem pressa. Me faz lembrar de como você me fazia sentir. De como eu me sentia a garota mais feliz do mundo por ter uma pessoa tão incrível ao meu lado. Me faz lembrar que ele não era você. Que nenhum daqueles garotos na boate seria igual a você. Me faz lembrar que eu não deveria ter saído aquela noite. Eu não gostava daquelas garotas, não gostava de ir a boates e muito menos de beber. Disse que ia no banheiro e não voltei mais. Fui para casa com os saltos na mão e o coração na boca." Leia mais.


2. Raiane Ribeiro

Esse blog é sim, só de textos. A Raiane Ribeiro não posta com tanta frequência, mas tem cada texto mais lindo que o outro. Sou apaixonada pelos textos dela e me identifico bastante.




Trechinho: "Quero deixar de ser adeus. Quero deixar de ser distração. Quero deixar de ser um conto breve ou um drink num bar qualquer, entende? Preciso me desprender de tudo o que me impede de ser feliz. Olhando sua foto eu vejo que tenho tudo o que preciso, mas não permito que seja só isso. Quem se contenta com finais felizes? E então eu vejo que tenho algum problema porque sinto que sou a única pessoa no universo que não se contenta com a felicidade. Ser feliz me dói. Sorrir me dói. Viver sendo eu mesma me dói, então me escondo em qualquer fantasia empoeirada dentro de mim." Leia mais.


3. Depois dos Quinze

O Depois dos Quinze é o blog da Bruna Vieira, que recentemente lançou um livro que leva o mesmo nome do blog - já fiz um post sobre ele, clique aqui para ler. Eu tô louca pra ler o livro, mas enquanto isso a gente vai se contentando com os textos do blog né? Hahah. O blog também não é só de textos, fala de muitas outras coisas. Mas é só clicar na tag 'textos de amor' e ler o que a Bruna escreve.

Trechinho: "O amor não bate à nossa porta. Ele entra, bem devagarzinho, pela fresta esquecida da janela de madeira. Percorre lentamente seu caminho, desviando da estante e do sofá, chegando até a fechadura enferrujada do seu quarto. Acelera o coração. A gata se assusta. Então ele desce, rastejando pelo chão sem qualquer dignidade, e te encara, frente a frente, como se fosse pela primeira vez. Não adianta se esconder debaixo da coberta do passado ou praticar qualquer teoria de desapego. Conselhos nunca serão um motivo forte o suficiente. O final da história não existe até que ela efetivamente comece. Antes de dormir, agora, você faz planos. Todos eles se parecem por um único motivo. Pequenas pistas são deixadas no caminho." Leia mais.


4. Sem Clichê

A blogueira do Sem Clichê é a Marcella Brafman. Adooooro os textos dela, por que têm uma boa dose de ironia e irreverência - o título comprova isso! Além de ter seu próprio blog, ela também é colunista no da Isabela Freitas. No Sem Clichê você também acha texto de outros autores, e várias colunas legais.

Trechinho: "O jeito é pedir para tirarem uma foto nossa, só pra você ver o tanto que fica bonito. Ou melhor, deixa eu ler pra você a combinação dos signos, que diz que a gente foi feito um pro outro desde os tempos de maomé. Se você não entendeu ainda, eu chamo a minha vizinha do 702 que entende tanto de amor, que vive sozinha. Ela vai olhar pra gente juntos e sentir um arrepio. E daí você vai entender, não vai?" Leia mais.


5. Entre Todas as Coisas

O legal do Entre Todas as Coisas é que é um blog com textos sobre mulheres e para mulheres. Aí já viu, né? Fica muito fácil se apaixonar por esses textos lindos, escritos pelo Daniel Bonovolento.

Trechinho: "Você é meu amor imaginado. Sonhado pra aparecer um dia desses no meio das nossas loucuras. Com todos os nossos problemas e com aquela coisa que faça com que a gente se apaixone pelos olhos um do outro. Com calma pra eu não tropeçar e cair pra dentro de você. Me afogar. Me afundar. E não querer mais sair dali, mesmo que perdido. Você é o meu amor de roteiro romântico. Do tipo que perdoa as minhas maluquices e não pergunta o que eu conversei com meu terapeuta hoje. Do tipo que se magoa porque eu falei muito sobre a minha ex, me dá uns dois socos no ombro direito e vai dormir com o telefone desligado. Do tipo que eu reconheceria assim que tivesse a oportunidade de conduzir uma dança e pisar nos seus pés. Pra fazer a gente cair no meio de todo mundo. E pra você começar a rir desesperadamente e transformar o constrangimento em alegria." Leia mais.

Top Extra: Eu Quero Tudo!

Pois é, como eu disse eu também escrevo. E é claro que eu gosto dos meus próprios textos, senão não postaria aqui, hahah. Então quem não leu ainda, recomendo que leiam, os meus textos e os blogs da galerinha aí de cima, porque são muito bons! Os daí de cima muito mais, é claro, hahah.

Trechinho: "Sou dessas que diz não, mesmo querendo dizer "sim, sim, sim, por favor!". Sou dessas que finge desapego para esconder sentimentos, ao mesmo tempo que entrega o jogo com um olhar assustado que tenta se fazer de desinteressado. Sou dessas que nega estar apaixonada, mas fala tanto dele que faz as amigas ficarem de saco cheio. Sou dessas que ri do sentimentalismo, mas que é cheia de sentimentos. Que bagunçam, machucam, confundem. E quando fica insuportável, transbordam. Derrubando tudo pelo caminho." Leia mais.

Esse foi meu top 5 de hoje, mas eu leio muuuitos outros blogs além desses. Beijinhos e até o próximo post. ;*


VISITE O BLOG NOVO: 20 anos blue https://20anosblue.wordpress.com

10.2.13


5 dicas para quem quer FUGIR do Carnaval

3

Visite o 20 anos blue,lá tem um monte de posts novos ;) 




O mais comum em um post sobre o Carnaval seria: “5 dicas para quem quer CURTIR o Carnaval!” Isso porque a maioria das pessoas gosta de carnaval, das festas, da folia, da farra e da diversão. Porém, nem todo mundo acha isso a coisa mais divertida do mundo. E aqui vão as minhas dicas para quem quer curtir o feriadão sossegado:

1- VIAJE. Se a cidade que você mora é do tipo que fica cheia de foliões loucos e bêbados durante o Carnaval e tudo vira uma bagunça pra você, a melhor solução é sair da cidade. Vá para algum lugar em que você possa sossegar ou se divertir do jeito que gosta.



2- LEIA. Se você não tiver condições de ir para outro lugar, viaje em casa! Vá a biblioteca, pegue os livros que você sempre quis ler, mas nunca teve tempo ou peça livros emprestados para outras pessoas.


3- FAÇA SUA PRÓPRIA FESTA. Se você não curte as festas do Carnaval, faça festas que você goste e que tenham a ver com você. Por exemplo, se você não curte trio elétrico e axé, chame seus amigos para uma festinha na sua casa ou crie um baile de máscaras! Nesse caso, vale à pena soltar a imaginação.

4- ASSISTA filmes, seriados, novelas, desenhos animados, videoclipes e tudo mais que você goste. Vá à locadora e só saia de lá com uma pilha de DVDs!

5- FAÇA PROGRAMAS CULTURAIS com sua família ou com seus amigos. Vá ao cinema, teatro, museus, shows, parques etc. O importante é se divertir e se pra você o Carnaval não é divertido, se divirta do seu jeito!


VISITE O BLOG NOVO: 20 anos blue https://20anosblue.wordpress.com

4.2.13


Sozinha é melhor

8

Visite o 20 anos blue,lá tem um monte de posts novos ;) 




De repente a gente se encontra. De repente a gente se olha. E de repente havia alguma coisa no ar.     Como é possível que depois de tanto tempo, ainda exista sentimento entre nós? Ou química, sei lá. Chame do que quiser, mas definitivamente havia alguma coisa ali.

E eu fiquei me perguntando quantas vezes eu teria que te esquecer, só pra você reaparecer de novo, sorrindo para mim como se nada tivesse mudado e destruindo completamente meu mundo. Outra vez. Por quanto tempo eu seria capaz de continuar fingindo que nossa história virou passado? É, porque é isso que eu digo pra todo mundo. Pena que por dentro e por tanto tempo, eu esteja assim tão destruída. E tão apaixonada. Por você. Ainda. Droga.

E eu fico me agarrando a cada sensação que você me faz sentir quando surge assim do nada, como se isso fosse te impedir de partir de novo. Mas não impede. Nunca impediu. Você sempre vai, e sempre volta. Acho que é justamente esse seu desprendimento que me prende tanto. Ou talvez seja a sua mania insuportável de me mandar mensagem bêbado de madrugada e o fato de eu sempre responder. Eu não consigo evitar, sabe? É como se eu precisasse de você por perto. Só que eu não preciso. Não mesmo. Nunca precisei.

É uma pena que esse meu coração idiota tenha uma pequena dificuldade em assimilar essa informação. Por isso o ignorei. Ignorei meu coração. Ignorei você. Porque meu cérebro é esperto e sabe muito bem que, na verdade, eu fico muito melhor sozinha.

VISITE O BLOG NOVO: 20 anos blue https://20anosblue.wordpress.com

3.2.13


Carta a quem um dia me amou

5

Visite o 20 anos blue,lá tem um monte de posts novos ;) 




Eu sou complicada, admito. O problema é que não tenho nada de perfeitinha. Sou impulsiva, estúpida e extremamente egoísta. Mas você sabia disso. Quis me conquistar pelo desafio e acabou se apaixonando. Mesmo sabendo que eu não sou do tipo que se deixa levar. Eu te avisei.

Erro meu foi achar que podia cair fora depois de tudo que passamos juntos. Erro seu foi achar que podia domar meu coração, erro seu foi achar que todo o meu sarcasmo era só uma tentativa de esconder meus sentimentos por você. Pena que eu nunca tive sentimentos por você. E eu nem me dei ao trabalho de me explicar. Simplesmente te ignorei. Tanto faz.

Há quem pense que esse meu jeito insensível e até um pouco canalha é fruto de uma série de decepções amorosas. Engana-se. Eu sou assim por que sou. Não preciso sofrer para saber como é. E me sinto extremamente entediada com tudo que tenho ou posso ter facilmente. É que tenho paixão por coisas impossíveis e situações improváveis. E tudo que fica ao meu alcance, automaticamente perde a graça.

E não me orgulho de ser assim, tenha certeza disso. Não me orgulho de não me importar, de não me apegar. De afastar as pessoas com esse meu "lado negro" simplesmente por não conseguir entregar o meu melhor a quem realmente merece. E você merecia.