7.4.16


Para aquecer

12

Visite o novo blog,lá tem um monte de textos novos ;) 



Tô me sentindo muito sozinha. Ando meio confusa nessa sua ausência, nessa minha carência, nessa abstinência que nem é propriamente de você. É de amor mesmo. Carinho, atenção, alguém pra confiar. Coisa que você nunca foi pra mim. Eu disse que não queria te ver de novo, e mais de uma vez, eu sei. Mas perdida assim, busco apoio até no sofrimento de gostar de alguém.

Tô te escrevendo pra pedir que se lembre de mim de vez em quando. E que não me deixe aqui sozinha, passando frio e esperando qualquer atitude. Cansei das suas dúvidas e inseguranças. Já sou insegura demais e por isso não cabe mais tanto medo entre nós. Gasto toda a minha energia, minha atenção e meu coração tentando manter algo que nem ao menos sei se é mesmo real ou se faz parte das malditas expectativas que eu sempre crio e você sempre faz questão de frustrar. E me mostrar que a realidade é muito diferente da minha imaginação colorida de mulherzinha.

Eu só queria te falar que se você me quer, vem cá. Se me ama, fala. Mas fala logo. Eu preciso saber. Se você gosta da minha companhia, se me acha engraçada, se eu tenho um papo interessante, se meu perfume é enjoativo, se minha voz é irritante, se eu cozinho bem, se você gostou do filme que te indiquei, enfim, se você gostou de mim. Eu preciso saber.

Só não me deixe aqui congelando e encolhida no meu canto, onde devia ser quente e aconchegante. Me puxe pelo braço e me leve pra casa, ou pra qualquer lugar. Eu só meio que imaginei que, talvez, quem sabe, você pudesse vir me aquecer.


Visite o blog novo: 20 anos blue https://20anosblue.wordpress.com

12 comentários:

  1. Eu me senti no texto >< sou um pássaro que vive morrendo de solidão.

    Beijos flor,
    sombradosdezoito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oie,
    se me permite,o texto ficou ótimo.Se vejo nele,á dois anos atrás.Posso dizer que a protagonista desse texto,é tão melancólica quando as minhas variadas mulheres já descritas em meus textos.É tudo fase,estado de espirito.
    Um poeta só passa pro papel aquilo que sente,e vejo muito sentimento nesse texto.Amei,parabéns.

    beijos

    http://psicodoce.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muuuito obrigada, concordo totalmente com vc =)

      Excluir
  3. Que texto lindo *O*
    Super me identifiquei! Parabéns, beijos !
    http://foreveryoungl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que lindeza, May! Quem nunca se sentiu assim, não é? Mas sabe o que aprendi com isso também? Que devemos nos valorizar mais. Quando ficamos nesse estado é algo que só acontece dentre nós. Mas claro que isso não é exato. Só sei que às vezes devemos impor mais e ter outras atitudes. Não podemos esperar para sempre, porque o tempo não pára. :/

    Beijos, Arih.
    http://eppifania.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso é verdade Arianne, que bom que vc gostou do texto =D

      Excluir
  5. Muito bom o seu texto, profundo! Gosto da forma como emprega as palavras, e como coloca sentimento nelas <3
    Tambem fiz um texto no meu blog, http://meninasquaseinvisiveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, passarei no seu blog *-*

      Excluir
  6. A insegurança também me mata, e quando o outro é inseguro é tortura. E cabe deixar as coisas claras.
    Lindo texto, gostei muito do seu blog!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. duas pessoas inseguras é horrível mesmo hahahah muito obrigada!

      Excluir